A História e Biografia de René Descartes

René Descartes (1596-1650) foi um dos filósofos e matemáticos mais influentes da história. Descartes nasceu em La Haye, na França, filho de um nobre menor que não era particularmente rico. Com oito anos de idade, começou a estudar no colégio de La Flèche, um internato jesuíta. Após cinco anos de educação clássica, recebeu três anos de instrução em matemática e conheceu novas idéias científicas. Uma dessas novas convicções científicas era o respeito pela experimentação. O contraste entre o método experimental e sua aprendizagem clássica anterior fez com que Descartes duvidasse daquilo que havia aprendido, e este ceticismo foi o fundamento de sua filosofia posterior.

Querendo viajar, Descartes se juntou ao exército do príncipe Maurício dos Países Baixos, em 1616. Depois, ele passou a viajar no verão e a passar o inverno em cidades de que gostava. Em 1629, mudou-se para a Holanda por causa do clima de liberdade intelectual daquele lugar.

Na Holanda, Descartes começou a escrever seu primeiro livro, Règles pour la Direction de I’Esprit (Regras para a Orientação do Espírito, de 1629), que não publicou em vida. Iniciou um segundo livro, Traité du Monde (Tratado do Mundo, de 1633), mas parou de escrevê-lo quando ficou sabendo que a Igreja Católica se opunha a Copérnico. Um terceiro livro, Discurso do Método (de 1637), foi publicado com grande impacto. A obra estabeleceu Descartes como uma grande força na filosofia moderna. Nela, ele discutiu a natureza do conhecimento e o processo de aprendizado de novas informações. Sua famosa frase ”penso, logo existo” foi usada para demonstrar a existência do eu, bem como a de Deus. Descartes incluiu três longos artigos sobre seus estudos científicos no fim de Discurso do Método. Um desses estudos detalhava a lei fundamental da reflexão que Descartes havia descoberto: o ângulo que um raio incidente faz com a perpendicular de uma superfície reflexiva é igual ao ângulo que o raio refletido faz com a perpendicular.

Descartes, retratado por Frans Hals. Museu do Louvre, Paris.

O terceiro apêndice de Discurso do Método foi de grande importância para os cientistas porque descrevia a invenção da geometria analítica (coordenada). A geometria analítica combinava álgebra e geometria. Estudavam-se as figuras geométricas colocando-as em eixos coordenados x e y. Com este sistema, qualquer ponto de uma figura geométrica poderia ser localizado fornecendo-se a distância dos eixos x e y. Isso permitiria que as figuras geométricas fossem descritas numericamente. Descartes também inventou o conceito de se usar as letras do final do alfabeto, para elementos desconhecidos; e expoentes, para representar as potências.

Em 1649, a rainha Cristina da Suécia, então com 25 anos de idade, convidou Descartes para sua corte como seu professor particular. Depois que chegou, ele ficou sabendo que ela havia marcado o início das aulas para 5 horas da manhã. Infelizmente, Descartes não sobreviveu ao primeiro inverno em Estocolmo. Quatro meses depois de se mudar para a Suécia, ele morreu de pneumonia.


Lembre-se, este site também é seu! Divulgando esta história, você trará mais visitas ao site e nos dará força para manter o mesmo sempre atualizado.

About Diamond