A História e Biografia de Maimônides

O grande líder religioso judeu e filósofo Moses Ben Maimon – mais conhecido como Maimônides – nasceu em Córdoba na Espanha, em uma família de eruditos, no ano de 1135 e morreu no ano de 1204. Mostrou seu talento intelectual cedo e poderia ter levado uma vida confortável na Espanha moura, não fosse a chegada de uma seita muçulmana de fanáticos conhecida como os almôadas. A família inteira de Maimônides deixou Córdoba para escapar à perseguição, viajando pelo Marrocos e Palestina antes de se estabelecer no Egito.

Após a morte do pai, Maimônides aprendeu medicina para sustentar a família. Tornou-se médico de destaque na corte de Saladino, o líder muçulmano do Egito. Ao mesmo tempo, era visto pelos judeus do Egito como seu principal rabino, juiz e administrador.

Maimônides.

Embora Maimônides se interessasse mais pela filosofia religiosa, ele também demonstrava profunda curiosidade pela ciência helenística e pela filosofia grega, em particular pelos pontos de vista de Aristóteles. Maimônides ”provou” a existência de Deus usando uma fórmula desenvolvida por Aristóteles. Também usava a corrente mística do judaísmo em sua abordagem. Declarou que era impossível definir a presença inexprimível de Deus, portanto, seria melhor defini-lo pelo que Ele não é. Era mais apropriado dizer ”Deus não é injusto” do que fazer declarações afirmativas como ”Deus é justo”. Maimônides argumentava que só era possível teorizar sobre as atividades de Deus, e não sobre sua essência, que estava além do entendimento do intelecto humano.

Maimônides também escreveu outras obras importantes. Condensou o Calendário do Mishná, em que formulou os Treze Artigos da Fé. Esses princípios afirmavam as crenças judaicas tradicionais, foram depois incorporados ao Livro de Oraçães Diárias e continuam sendo o sumário mais aceito do credo judeu desde então.

Em Sefer haMitzvot (O Livro dos Mandamentos), Maimônides enumerou os 613 mandamentos bíblicos e os separou em 14 categorias. Seu Mishné Torá, O Livro da Sabedoria, escrito entre 1158 e 1168, é a codificação da lei do Talmud. Novamente, Maimônides criou uma estrutura e organização originais, que tornaram o material muito mais que apenas um resumo dos textos anteriores. Finalmente, em O Guia dos Perplexos (1190), escrito em árabe, Maimônides tentou reconciliar a ciência de Aristóteles com a filosofia do judaísmo. Argumentou que a fé judaica não era um conjunto arbitrário de rotinas, mas que se baseava em princípios lúcidos e racionais.

Para um homem profundamente contemplativo, Maimônides levou uma vida incansavelmente ativa. Continuou como clínico da corte, escreveu as maiores obras sobre estudos judaicos de seu tempo e dez livros sobre medicina. Não é de se admirar que tenha sido considerado o mais líder judeu desde os tempos de Moisés.

Esta entrada foi publicada em Biografias, Religiosos. ligação permanente.

2 Respostas a A História e Biografia de Maimônides

  1. Lucian Dantas diz:

    Texto, embora não longo, bem explicativo. Atende bem a necessidade de um leigo – como eu – que, de forma rápida, gostaria de entender de forma geral um pouco sobre o assunto. Muito bom.

    • Pe. JOSÉ DE ANCHIETA diz:

      Gostei do comentário, bem claro, convincente, parabéns pela capacidade de sintese sobre este lider que hoje
      fiquei conhecendo ao ler o livro de Abraham Skorka: \sobre o ceu e a terra, não concordo com o Lucian.

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>