A História e Biografia de Galileu Galilei

O matemático, astrônomo e físico italiano Galileu Galilei (1564-1642) ajudou a fundar o método científico moderno de dedução de leis para explicar os resultados da observação e das experiências.

Galileu nasceu e foi educado em Pisa. Estudou medicina na Universidade de Pisa, mas depois se transferiu para o curso de matemática. Enquanto ainda estudava medicina, Galileu fez sua primeira grande descoberta. Certa manhã, na capela, ele cronometrou um lustre que balançava usando os batimentos do seu pulso. Os experimentos que fez naquele lugar confirmaram que o tempo necessário para completar um movimento era o mesmo, não importando se o arco fosse grande ou pequeno. O jovem de 17 anos de idade havia descoberto o princípio do pêndulo, uma observação ignorada pelos gregos.

Como não conseguiu obter bolsa de estudos, Galileu foi forçado a deixar a universidade sem receber o diploma. Passou a ganhar a vida como professor particular e, em 1589, conseguiu voltar à universidade como professor de matemática. Como seu contrato em Pisa não foi renovado, em 1592, ele se tornou professor de matemática na Universidade de Pádua. Empenhando-se para compreender o movimento, Galileu fez rolar bolas por planos inclinados. Ele estabeleceu que a aceleração devido à gravidade atua igualmente sobre todos os objetos, independentemente de sua composição, e assim determinou a lei da inércia: um corpo mudará de velocidade ou direção apenas se sobre ele atuar uma força externa.

Em 1609, Galileu soube da invenção do telescópio e percebeu seu potencial no uso científico. Embora nunca tivesse visto um, ele imaginou como era feito e construiu um aparelho que podia aumentar a imagem em 32 vezes. Galileu foi o primeiro a usar o telescópio para observações astronômicas. Seu instrumento revelou montanhas e crateras na Lua e manchas no Sol, embora Aristóteles houvesse afirmado que o céu não tinha imperfeições. Galileu notou que Vênus tinha fases, como a Lua, o que sugeria que o planeta girava em torno do Sol. A descoberta dos quatro satélites em torno do planeta móvel Júpiter mostrou que, mesmo a Terra girando, a Lua não ficaria para trás. Galileu publicou rapidamente suas observações no livro Sidereus Nuncios (Mensageiro das Estrelas), em 1610.

Com sua fama, Galileu conquistou o cargo de matemático da corte em Florença. Ele continuou a defender ativamente a visão copérnica do sistema planetário heliocêntrico. Em 1616, aqueles que o criticavam convenceram as autoridades da Igreja Católica a insistir que ele não discutisse mais a teoria de Copérnico. Ele evitou o assunto em público por 15 anos, mas em 1632, corajosamente, publicou Diálogo sobre os Dois Máximos Sistemas do Mundo – Ptolomaico e Copernicano, com argumentos fortes a favor do sistema heliocêntrico.

Galileu foi julgado e considerado culpado por heresia, sendo condenado a prisão por tempo indefinido, embora a sentença tenha sido mudada para prisão domiciliar. Cego devido a lesões causadas tempos antes pelas observações com o telescópio, Galileu ficou abalado física e espiritualmente, e morreu em 1642, em sua propriedade em Arcetri.


Lembre-se, este site também é seu! Divulgando esta história, você trará mais visitas ao site e nos dará força para manter o mesmo sempre atualizado.

About Diamond